ESUFRN apresenta produções científicas sobre Práticas Integrativas Complementares em congresso internacional de envelhecimento

   

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a expectativa de vida dos brasileiros está em crescimento e atualmente vive-se em média 76 anos no país, o que representa mais de 28 milhões de pessoas idosas. Diante do envelhecimento cronológico da população, torna-se  preciso refletir sobre qualidade de vida e sobre as mudanças que acompanham esse novo contexto geracional. Seguindo essa proposta, o VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano propõe a discussão “Envelhecimento Humano no Século XXI: atuações efetivas na promoção da saúde e políticas sociais”,  em Campina Grande/PB, de 26 a 28 de junho de 2019, que além de contar com palestrantes internacionais, também terá participação efetiva de pesquisas realizadas pela Escola de Saúde da UFRN.

bianca-e-verbena4

Profª. Drª. Verbena Araújo participa do VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano enquanto membro da comissão científica, avaliadora de trabalhos e também como moderadora da mesa redonda intitulada “O cuidado na saúde da pessoa idosa fragilizado em instituições de longa permanência”. Juntamente com estudantes da ESUFRN, a docente desenvolve atividades de extensão voltadas para as Práticas Integrativas e Complementares em Saúde, que por sua vez, deram fruto a vários trabalhos que serão publicados no referido congresso. Dentre eles, os artigos “Histórias de idosas: relato de experiência de uma tenda do conto”, “Oficina de Cantoterapia para idosos: um relato de experiência” e o capítulo de livro “Sofrimentos de pessoas em processo de envelhecimento na terapia comunitária e meios de superação”, de autoria dela, com coautoria de Izabel Nascimento e Rayla Andrade. “Congressos internacionais dão a possibilidade dos trabalhos aceitos serem projetados fora do Brasil e isso é de extrema importância.”, explica a docente.

 pics-na-vilaJá a Profª. Drª. Bianca Rocha, que também coordena a extensão voltada para as Práticas Integrativas na ESUFRN, terá participação no evento com a publicação do capítulo PICS na Vila – atenção humanizada para a promoção da saúde e bem-estar da pessoa idosa”, orientado por ela, com autoria de Nathalia Diniz e coautoria de Ana Claudia Pimenta. Mas não são apenas as professoras da unidade que se destacam nos eventos, os alunos têm se empenhado para produzir e divulgar as boas práticas em saúde através de trabalhos científicos.

  Um exemplo é Rayla Andrade, autora do trabalho “Bambuterapia e sofrologia para idosos: um relato de experiência”, Rayla acredita que a publicação em eventos internacionais é uma forma de disseminar o conhecimento de novas descobertas realizadas a partir de projetos e também de contribuir com a divulgação científica no país. Sobre participar do projeto de extensão, a estudante compartilha o que representa para ela: “Gratidão pela experiência vivida com os idosos e suas histórias de vida diversas, cada uma com sua individualidade.” Também tiveram trabalhos aceitos no VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano Izabel Nascimento, com “PICS na promoção do bem-estar entre idosos: relatos de experiência” e Nathália Diniz, com “A arteterapia na promoção da saúde da pessoa idosa: relato de experiência”, ambos com coautoria da Profª. Drª. Verbena Araújo.