Trajetória Histórica

01A Escola de Enfermagem de Natal (EEN) foi criada em dezembro de 1955 como Escola de Auxiliares de Enfermagem de Natal, vinculada à Sociedade de Assistência Hospitalar (SAH) e mantida inicialmente pela Fundação Sesp. As atividades começaram a ser desenvolvidas na Maternidade Escola Januário Cicco sendo, posteriormente, transferidas para o Hospital Universitário Onofre Lopes, tendo à frente dos seus trabalhos, como diretora, a enfermeira Maria de Lourdes Lopes. Ainda nos anos 50, a Escola de Auxiliares de Enfermagem de Natal passou a funcionar na Avenida Nilo Peçanha, em Petrópolis, ainda liga da à SAH. Em outubro de 1960 a Escola foi reconhecida pelo Governo Federal através do Decreto 49.120-A e, em janeiro de 1964, foi incorporada à UFRN, conforme Resolução do Conselho Universitário (Consuni) 02/64.

05Na década de 70, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) 5.692/71 instituiu as habilitações de Técnico e Auxiliar de Enfermagem que, no Rio Grande do Norte, foram implantadas, inicialmente, em escolas da rede estadual, expandindo-se posteriormente para a rede privada, sendo desenvolvidas através de convênios com a Escola de Auxiliares de Enfermagem de Natal.

No06 ano de 1973 foi criado o curso de graduação em Enfermagem que passou a ser ofertado com infraestrutura e pessoal da Escola de Auxiliares de Enfermagem de Natal que, apesar das dificuldades para dar conta de todas as atividades, continuou ofertando cursos de auxiliares de enfermagem, uma vez que esta era a única escola pública que atendia à demanda aberta na capital potiguar.

Em 1996, a Escola de Auxiliares de Enfermagem de Natal filiou-se ao Conselho Nacional de Dirigentes das Escolas Técnicas Vinculadas às Universidades Federais (Condetuf), órgão permanente de coordenação das Escolas. Em setembro de 1997, a Escola foi reestruturada, conforme Resolução nº 057/97 do Conselho Administrativo (Consad) da UFRN, o que lhe assegurou autonomia financeira e pedagógica, bem como impulsionou a reorganização didática e administrativa.

A LDB 9.394/96 resultou em profundas mudanças no ensino profissionalizante e, em 1999, seguindo mais uma re02solução do Consad/UFRN, a Escola passou a denominar-se Escola de Enfermagem de Natal (EEN). A alteração levou à construção do Projeto Político Pedagógico que possibilitou a elaboração da proposta pedagógica do Curso Técnico em Enfermagem, reconhecido através da Portaria nº 219 de 11/12/2003, publicada no Diário Oficial da União em 17/11/2003.

03Desde abril de 2004, a EEN desenvolve suas atividades em modernas instalações do Complexo de Enfermagem do Campus Universitário, onde oferece diversos cursos, trabalha para fortalecer e desenvolver seu Projeto Político Pedagógico e traça metas direcionadas à formação de pessoal da saúde e consolidação do SUS.

No dia de 22 de maio de 2015, através da Resolução nº 008/15 do Conselho Universitário (CONSUNI), a Escola de Enfermagem de Natal tornou-se Unidade Acadêmica Especializada em Educação Profissional em Saúde, passando a denominar-se Escola de Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – ESUFRN.

04 De acordo com o Estatuto da UFRN, “as Unidades Acadêmicas Especializadas destinam-se a cumprir, isolada ou conjuntamente, objetivos especiais de ensino, pesquisa e extensão que, por sua complexidade, requeiram estrutura administrativa própria compatível com suas atividades”.

Ser Unidade Acadêmica Especializada é também reconhecer toda a trajetória da Escola de Enfermagem de Natal, que em 2015 completa 60 anos de história no ensino profissional da enfermagem/saúde no Rio Grande do Norte.